Verticalização e sustentabilidade/Rubens Carlos de Oliveira Jr

Novos tempos exigem novas visões e assertividade. O mercado de saúde suplementar vem passando por mudanças significativas que demandam reposicionamentos e quebras de paradigmas. E se engana quem pensa que isso é algo restrito às grandes corporações e conglomerados internacionais. É um universo que muitos podem julgar distante de nós, no interior do país, mas os impactos de sua movimentação alcançam em cheio o mercado regional.

Leia mais

No cenário da saúde suplementar o que se tem visto nos últimos tempos é o acirramento de grandes fusões e a chegada de fortes investimentos oriundos de capital estrangeiro, obrigando empresas menores a reverem sua forma de atuar. Na Unimed Cuiabá, assim como em grande parte das cooperativas integrantes do Sistema, esse movimento vem sendo acompanhado já há um bom tempo e tem provocado ações no sentido de promover a verticalização dos serviços.

Uma das principais é a construção de um hospital próprio, medida que conta com a aprovação dos nossos cooperados há mais de dez anos. A iniciativa é um reposicionamento da Unimed Cuiabá no mercado de saúde suplementar de Mato Grosso com o objetivo de também proporcionar balizamento de custos e o trabalho dos médicos. A verticalização de serviços, portanto, chega como um diferencial de fortalecimento, tanto para a Cooperativa, como para o cooperado.

A mudança tem se intensificado no restante país, onde o Sistema conta hoje com cerca de 130 hospitais, mais de dez mil leitos e mais de 200 pronto-atendimentos. Todos baseados nos mais modernos recursos e irmanados na mesma busca pela excelência nos serviços de saúde prestados que se tornou marca Unimed.

Na Unimed Cuiabá esse objetivo vem sendo concretizado e um grande passo foi a construção do edifício que abrigou o Espaço Cuidar em 2019. O mesmo prédio passa por uma adaptação para se tornar o Hospital Unimed Cuiabá. Já havia essa intenção quando foi projetado e agora seguimos adiante nesse intento. As previsões são de que o Hospital inicie seu funcionamento no início de 2023. Além disso, estão bastante adiantados também os trabalhos do Laboratório Unimed Cuiabá, que já iniciou operação piloto no início deste mês de novembro com atendimento às demandas do nosso Pronto Atendimento.

Concomitantemente, a Unimed Cuiabá está trabalhando na gestão das unidades próprias que, reforço, será pautada na excelência e experiência técnica. Uma Comissão de Regramento de Trabalho do Cooperado formada por representantes das especialidades médicas para atuação no Hospital Unimed Cuiabá realiza estudos e se inteira das experiências bem-sucedidas no Sistema Unimed.

O Hospital contará com pronto atendimento, 4 salas cirúrgicas e 142 leitos – assistenciais e de UTI. Esta unidade e mais o Laboratório, a Farmácia, Núcleo de Vacinas, Centro de Feridas, Centro de Diagnóstico por Imagem, Centro de Infusão e Fisioterapia, todos localizados na Barão de Melgaço, compõem o Complexo Integrado de Saúde Unimed Cuiabá. De fácil acesso, em uma região que está praticamente no Centro da Capital.

Temos plena convicção de que será mais um – senão o mais importante – passo para o fortalecimento de uma história de 46 anos, que envolve cerca de 216 mil clientes e mais de 1.400 cooperados. Tudo sempre pautado na consciência da importância da Cooperativa, como a maior fonte pagadora da saúde suplementar do Estado, detentora de 70% de marketshare e grande geradora de empregos diretos e indiretos. Avante sempre.

Rubens Carlos de Oliveira Jr.

Anatomopatologista em Cuiabá e diretor-presidente da Unimed Cuiabá

Rufando Bombo

Matéria anterior

Emanuel Pinheiro agradece a lealdade de Stopa, veja o vídeo

Próxima matéria

Pivetta volta a assumir o Governo por três dias neste domingo

[gs-fb-comments]