Unimed Cuiabá informa: Novembro é o mês de conscientização sobre os cuidados com a saúde do homem

Da  Redação  com assessoria

Novembro  a Unimed Cuiabá reforça as atividades educativas na Aquarela da Saúde, visando à conscientização sobre os cuidados à saúde do homem. Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil aproximadamente 40% dos homens até 39 anos e 20% daqueles com mais de 40 só vão ao médico quando se sentem mal. Boa parte deles não tem ideia de como anda o coração, nem faz exames cardiológicos. E pelo menos um terço enxerga no bem-estar mental o principal desafio para ter mais saúde, atualmente.

O principal tabu, para o eles, é a consulta com o urologista. A falta de atenção, associada ao excesso no consumo de álcool, derivados de tabaco, sal e açúcar compromete a saúde e diminui ainda mais a expectativa de vida deste público.

Para o médico urologista, dr. Carlos Evaristo Metello, a falta de percepção com a saúde decorre do desconhecimento e do preconceito ainda arraigado. O especialista afirma que muitas doenças podem ser prevenidas e tratadas quando descobertas no início, e com a procura dos serviços de saúde com regularidade.

“É preciso desconstruir a ideia de que o homem é um super-herói e não precisa ir preventivamente ao médico. Essa ideia errônea, somada a vida corrida e a necessidade de prover o lar leva esse público muitas vezes a descobrir as doenças quando já estão em estágio avançado, quase incapacitado, o que prejudica a cura. Para cuidar o homem têm que se cuidar!”, explica Metello.

A prevenção representa ganho de qualidade de vida e os cuidados devem começar desde a adolescência, seguindo pela fase adulta. O rastreio ao câncer de próstata, conforme a Sociedade Brasileira de Urologia, deve ter início a partir dos 45 anos. “O desafio é sensibilizar o público masculino, afrodescendentes ou que tenham casos de tumor na família, a procurar atendimento médico e realizar os exames a partir dos 45 anos. Para os demais, o cuidado pode ter início a partir dos 50 anos. Seja por meio do toque retal ou o exame de sangue que dosa o PSA, é preciso realizar o rastreio, mas eles evitam a visita ao urologista”, destaca o médico.

DADOS  

 

A cada três mortes de pessoas adultas, duas são de homens, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Quando comparado com as mulheres, o tempo de vida deles é 7,6 anos menor. As doenças cardíacas (AVC, infarto, isquemia, entre outras), pneumonia, cirrose e diabetes estão entre as principais causas de mortes do sexo masculino. Além do câncer de próstata que está entre as causas mais frequentes de mortes, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA). O crescimento de óbitos por esse tipo de câncer cresceu 120%, entre 1979 e 2006, segundo o instituto.

Isso ocorre pela dificuldade em aderir a um estilo de vida equilibrado e a falta da devida atenção em relação à prevenção cardiovascular por parte deste público. Outro fato preocupante é que eles, rotineiramente, trocam a consulta médica, por pesquisas na internet. “O público masculino tende a ser mais resistente ao cuidado com a saúde. Por isso neste mês reforçamos a necessidade dessa atenção. A consulta ao especialista, realizar exames e seguir as recomendações médicas. Saúde é ATITUDE. Leve uma vida mais saudável e incentive seus amigos”, reforça o especialista.

AQUARELA DA SAÚDE 

A atividade tem por finalidade a educação em saúde e o autocuidado. Fazem parte da Aquarela conteúdo para redes sociais, com destaque ao cuidado e prevenção. No mês de novembro o tema abordado é “Saúde é atitude! Leve uma vida mais saudável e incentive seus amigos”.

JPO 

A Jornada do Paciente Oncológico (JPO), é uma rede de apoio à prevenção, diagnóstico e tratamento de câncer com objetivo de aprimorar os cuidados que os clientes Unimed Cuiabá já recebem. Ela foi criada baseando-se nas recomendações do Projeto OncoRede da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), e implementa um novo modelo de cuidado para tratamento do câncer.

Todos os clientes da Unimed Cuiabá diagnosticados com câncer são elegíveis para a Jornada. Os pacientes em Intercâmbio dependem da autorização da Unimed de Origem.

Para mais informações acesse o site da Unimed Cuiabá.

Marcia MarafonAnalista de Comunicação

Rufando Bombo

Matéria anterior

Emanuel Pinheiro agradece a lealdade de Stopa, veja o vídeo

Próxima matéria

Pivetta volta a assumir o Governo por três dias neste domingo

[gs-fb-comments]