Em 6 dias VG já vacinou mais de 12 mil pessoas

Da redação com assessoria

Várzea Grande superou 12 mil pessoas vacinadas contra a COVID 19 em seis dias do ano de 2022 desde que foi retomada as ações em busca da imunização das pessoas, inclusive com a realização do Sextou Vacina VG / Largada 2022.

“Essa é a demonstração de que a população quer se vacinar, quer estar imunizada e longe da COVID 19”, disse o prefeito em exercício, José Hazama frisando que o primeiro ano da gestão Kalil Baracat foi voltada para a vacinação que se iniciou no Brasil em janeiro de 2021.

Ele frisou que as atenções voltadas para a Saúde Pública como um todo permitiram que a segunda maior cidade de Mato Grosso fosse exemplo de eficiência e de resultados.

“Estamos invariavelmente com prazos superiores desde outubro de 2021, com 15, 20 ou 25 dias, sem óbitos, o que demonstra estarmos no caminho certo, então a ordem do prefeito Kalil Baracat é reforçarmos a vacinação e as medidas de biossegurança como o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social entre outras medidas para conter a pandemia que está avassaladora em todo o mundo”, disse José Hazama.

Ele foi informado pelo secretário de Saúde, Gonçalo Barros, dos avanços nos primeiros dias deste ano e cobrou o encaminhamento a Secretaria de Saúde de Mato Grosso e ao Ministério da Saúde de solicitações de reforços para atuar no combate a COVID 19 e também no surto da Síndrome Gripal que já afeta muitas pessoas e provoca corrida as unidades de Saúde, principalmente aquelas que funcionam 24 horas por dias durante todo o ano que são as UPAs IPASE e Cristo Rei e o Hospital Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande.

Segundo Gonçalo Barros, a campanha de imunização contra a Gripe Influenza tem planejamento estabelecido pelo Ministério da Saúde, através do Plano Nacional de Imunização – PNI, e sempre é realizada entre os meses de maio e junho todos os anos.

“Já ouvimos reclamação de que não tem vacinas contra a Influenza nas unidades de saúde, mas essas vacinas são encaminhadas dentro de um planejamento realizado pelo Ministério da Saúde e as mesmas não preveem a existência de doses durante todo o ano contra a Gripe Influenza, mas apenas no período de imunização que varia entre um até três meses”, explicou o titular da Saúde de Várzea Grande.

Rufando Bombo

Matéria anterior

Filha de Ex-senadora pode disputar Senado pelo Cidadania

Próxima matéria

Trânsito da parte inferior da trincheira Jurumirim será liberado nesta sexta-feira

[gs-fb-comments]