Dicas Unimed-Cuiabá; Covid-19 e gripe Saiba como se prevenir e o que fazer se tiver sintomas

DA REDAÇÃO

O aumento acelerado dos casos de Covid-19 e gripe vem gerando sobrecarga para os sistemas público e privado de saúde, com tempo de espera acima do usual, principalmente em unidades ambulatoriais e de pronto-atendimento. O Sistema Unimed está estruturado, em todo o país, para garantir assistência aos nossos mais de 18 milhões de clientes.

 

Veja, a seguir, informações importantes para este momento:

Como se prevenir

O que fazer em caso de sintomas gripais

 

 

 

 

Como se prevenir

Além de sintomas semelhantes, as duas doenças têm em comum a prevenção. Saiba como se proteger:
  • Vacine-se ou complete o esquema vacinal da Covid-19. As evidências comprovam que as vacinas diminuem o risco de agravamento da doença, hospitalização e morte.
  • Use corretamente a máscara, cobrindo o nariz e a boca
  • Mantenha o distanciamento social e evite aglomerações
  • Lave frequentemente as mãos com água e sabão, ou use álcool em gel
  • Não compartilhe objetos pessoais
  • Mantenha os ambientes ventilados

 

O que fazer em caso de sintomas gripais

Fique atento a dor de garganta ou de cabeça, dores pelo corpo, febre súbita, tosse (geralmente seca), coriza, congestão nasal e mal-estar, dificuldade para respirar, perda de olfato ou paladar, entre outros sinais. É importante ressaltar que os sintomas, tanto da Covid-19, quanto da gripe, podem variar de pessoa para pessoa e dependendo da intensidade da infecção.
  • Diante do aparecimento dos primeiros sintomas: adote o isolamento social, mantenha o uso da máscara e a lavagem frequente das mãos, além de deixar o local ventilado. Hidratar-se, alimentar-se bem e repousar também auxilia na recuperação. As mesmas recomendações valem para quem testou positivo para Covid-19 ou gripe (Influenza) e não apresenta sintomas. Monitore a sua evolução antes de se dirigir a um hospital, evitando expor-se a riscos desnecessários.

 

  • Caso precise de atendimento: consulte o seu médico de referência ou acione o serviço de telemedicina, se disponível na sua região, e siga as recomendações.

 

  • Importante: em situações de emergência e diante da piora do quadro, com falta de ar, cansaço extremo, febre alta e persistente, procure um hospital imediatamente.

 

  • Acesse os canais oficiais da sua Unimed para obter mais informações e verificar as unidades de referência em cada cidade.

 

O Sistema Unimed está presente em todo o país, com mais de 118 mil médicos cooperados, 153 hospitais próprios e quase 2,5 mil hospitais parceiros. Neste momento, trabalhamos para reforçar nossas equipes assistenciais e ampliar os pontos de atendimento específicos para síndromes respiratórias.

 

Lembre-se de que a vacinação completa e as medidas preventivas são o melhor caminho para evitar quadros graves, bem como o esgotamento do sistema de saúde. Proteja-se.

 

Fonte: Unimed do Brasil, Assessoria de Comunicação.

Rufando Bombo

Matéria anterior

Filha de Ex-senadora pode disputar Senado pelo Cidadania

Próxima matéria

Trânsito da parte inferior da trincheira Jurumirim será liberado nesta sexta-feira

[gs-fb-comments]