Sob alegação de “perseguição” à prefeito, chefe do SUS é afastado do cargo

Igor Moreno da redação do Rufandobombo

O chefe do Departamento Nacional de Auditoria do SUS, João Paulo Martins Viana, foi afastado do cargo sob acusações de perseguição à gestão do prefeito Emanuel Pinheiro.

João Paulo teria supostamente feito diversas denúncias infundadas que levaram a PF à investigar a gestão nas operações Colusão e Curare.

Vale lembrar, que Viana era cabo eleitoral de Abílio Junior (PODEMOS), que perdeu às eleições para Emanuel Pinheiro no segundo turno de 2020. Sua exoneração foi publicada no Diário Oficial Da União na última sexta-feira (8).

Rufando Bombo

Matéria anterior

Redução na telefonia; Contas de celular e internet vão ter desconto de até 52% no valor do ICMS em 2022

Próxima matéria

Nota Cuiabana sorteia R$ 80 mil em prêmios nesta segunda-feira