• 13 de novembro de 2019

Situação inusitada: Com assembléia ocupada por servidores, deputados se reúne para discutir local de votação

Reunião do Colégio de Líderes na presidência da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) discutirá na manhã desta quarta-feira (23) o local de votações dos projetos enviados pelo governador Mauro Mendes (DEM).

 

Leia também – Polícia Militar impede entrada na Assembleia Legislativa

 

Mesmo com a indefinição, os parlamentares dão como certo que a votação ocorrerá ainda nesta quarta.

 

Alguns deputados acreditam na possibilidade de um acordo com os servidores que ocupam o plenário na Casa de Leis. A maioria, porém, crê que a votação ocorrerá em outro local. O ambiente será discutido na reunião.

 

O deputado Zeca Viana (PDT), um dos primeiros a chegar, comentou sobre a situação. “Ainda não tem [local de votação]. Nós vamos votar tudo. Nós temos que votar tudo e depois eles vão buscar os direitos deles”.

 

Pedro Satélite (PSD) é outro parlamentar em busca de agilidade. “Vai votar. Da mesma maneira que eu votei por 25 anos todos os direitos do funcionalismo público e as leis que vem de encontro para ajudar o nosso estado. É necessário para o bem do estado de Mato Grosso e para a população”, afirmou.

 

Os servidores em protesto tentam impedir a votação de projetos, enviados pelo Poder Executivo, que extingue órgãos públicos e impede a concessão de benefícios à carreira no serviço público.

Fonte A Gazeta

Foto Rogério Florentino

Rufando Bombo

Matéria anterior

Clima tenso: Tropa de choque na assembleia legislativa

Próxima matéria

Novela sem fim: Abílio Júnior se envolve em confusão ao tentar atrapalhar visita de juíza ao novo PS de Cuiabá

Faça um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *