• 23 de outubro de 2019

Programa Bem Morar;Famílias recebem verbas para reformar casa

Demandas avaliadas, projeto de reforma aprovado e recurso na conta. A partir da próxima semana, as primeiras famílias beneficiadas pelo programa “Bem Morar – A Prefeitura Reforma a Sua Casa” já poderão iniciar as obras de reforma em suas casas com a entrega dos projetos de reforma aprovados. Ao todo, 300 pessoas serão beneficiadas.

O programa pioneiro se inicia com beneficiários residentes na região leste da Capital, mas o prefeito Emanuel Pinheiro afirmou que o objetivo é expandir o “Bem Morar” para todas as regiões de Cuiabá..

“Bem Morar” é um programa idealizado pela Primeira-dama Márcia Pinheiro, executado pela Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária em parceria com o curso de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O programa estabeleceu que cada família beneficiada recebesse um cartão reforma com até R$ 12 mil para ser investido em melhorias no lar. A avaliação da situação do imóvel é feita pelos alunos da UFMT, que identificam as necessidades de melhorias e elaboram o projeto para a obra. O valor é calculado a partir das necessidades apontadas no projeto e deve ser destinado 25% para mão de obra e 75% para aquisição de material de construção civil. O recurso para atender a demanda é oriundo da Fonte 100 do Município.

O secretário de Habitação, Air Praeiro explica que o objetivo do programa é melhorar de forma qualitativa a situação habitacional do Município. “Por enquanto, 300 famílias de baixa renda estão sendo beneficiadas e receberão o montante de até R$ 12 mil gratuitamente, não havendo a necessidade de devolução do dinheiro para a realização da obra. Por determinação do prefeito, preferencialmente, quem recebe o cartão são as mulheres, que são mais preocupadas com a família, com o lar, com os filhos e com o marido”, explicou o secretário.

O programa “Bem Morar” integra as ações realizadas pela gestão Emanuel Pinheiro que busca levar qualidade de vida à população mais carente e que reside em regiões mais distantes do centro de Cuiabá.

Foto secom Cuiabá

Rufando Bombo

Matéria anterior

Mauro Mendes justifica porque não acatou proposta da Al para por fim a greve na educação

Próxima matéria

Segunda parcela do salário dos servidores doestado, será liberada neste sábado,última parcela será paga dia 19

Faça um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *