• 13 de dezembro de 2019

Presidente do Conselho de Ética Do PSD , diz que punirá ‘desobedientes’ nessas Eleições , veja aqui

Da redação com

A GAZETA

Depois da crise gerada com a decisão do PSD de deixar a base do governador Pedro Taques (PSDB), inclusive, com a renúncia do vice-governador Carlos Fávaro, que disputará o Senado pelo grupo de oposição, uma nova disputa interna deve surgir nos próximos dias, na agremiação. Apesar da orientação partidária de não apoiar o tucano numa possível reeleição, os deputados estaduais afirmam que continuarão aliados do Executivo Estadual.

Diante da situação, o presidente do Conselho de Ética do PSD Mato Grosso, Neurilan Fraga, afirmou que vai editar uma resolução prevendo sanções aos filiados que não seguirem a orientação determinada na reunião ampliada do partido, realizada em 21 de março. À ocasião, a legenda se declarou independente da gestão Pedro Taques.

Rufando Bombo

Matéria anterior

“Pé na estrada” Governador cumpre extensa agenda no interior, confira aqui

Próxima matéria

Carolina Dieckmann, curte praia de calcinha e sutiã: ‘Mergulhar na Bahia’

Faça um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *