Politica

“Sou somente candidato a presidente da Assembleia Legislativa; candidato a prefeito de Cuiabá pelo PMDB é o Valtenir, diz Emanuel Pinheiro

Em meio aos rumores de que estaria viabilizando sua candidatura a prefeito de Cuiabá pelo PMDB, o deputado estadual Emanuel Pinheiro negou veementemente que esteja se articulando para este projeto político.

O parlamentar, que ganhou notoriedade nos últimos meses por conta da sua posição favorável aos servidores públicos no embate a respeito do pagamento da RGA (Revisão Geral Anual) com o governo do Estado, afirma que seu único propósito neste momento é disputar a mesa diretora do Legislativo estadual.

“Sou somente candidato a presidente da Assembleia Legislativa. O candidato a prefeito de Cuiabá pelo PMDB é o deputado federal Valtenir Pereira. Este é o entendimento firmado pela Executiva municipal e referendada pelo diretório estadual. Inclusive, o PMDB tem trabalhado com pesquisas quantitativas e qualitativas para abordar na campanha temas de interesse da população cuiabana”, disse.

O deputado Emanuel Pinheiro ainda manifestou apoio à candidatura do deputado federal Valtenir Pereira. “É o candidato do partido e tem o meu apoio irrestrito”, reforça.

Por outro lado, o deputado federal Valtenir Pereira afirma que não há possibilidade alguma de recuar da candidatura a prefeito de Cuiabá.

Na avaliação do parlamentar, as informações de que estaria prestes a ser abandonado pelo PMDB são resultado de plantações orquestradas pelo Palácio Alencastro feitas com o intuito de desestabilizar os projetos políticos do PMDB.

“O que existe é uma plantação do Palácio Alencastro para enfraquecer os projetos do PMDB que é alcançar a Assembleia Legislativa por meio do Emanuel Pinheiro e a prefeitura de Cuiabá por meio da minha candidatura. Estamos firmes neste propósito e nossas articulações estão ganhando as ruas. Isso é um factoide criado pelo Palácio Alencastro. Estamos ganhando força e consistência”, disse.

Com o propósito de fortalecer a candidatura a prefeito de Cuiabá, o parlamentar revela que na quarta-feira (20) vai dialogar com a direção do PSD e mantém conversas adiantadas com o PTB, Pros, PMB, PPL e PSL. “Estamos levando nossas propostas para formar um arco de aliança amplo e em favor de Cuiabá. A candidatura está mais viva do que nunca”.

Entre os possíveis apoiadores estariam o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e o Democratas (DEM). As legendas já tinham um pré-acordo de caminhar juntas no pleito deste ano na Capital e em Várzea Grande.

Em Cuiabá, entretanto, a expectativa era de que os partidos caminhassem juntos com o prefeito Mauro Mendes (PSB), que deve buscar a reeleição em outubro.

As articulações estavam sendo conduzidas pelo vereador Júlio Pinheiro (PTB), que faleceu no último dia 20 após sofrer uma parada cardíaca.

O petebista tinha assumido comando da Executiva estadual da sigla há poucos dias e trabalhava com este projeto. Com a sua morte, o partido optou por mudar os rumos com a pré-candidatura de Valtenir para prefeito.

Com discurso de candidato, Valtenir cita três situações graves que precisam ser resolvidas em Cuiabá: o transporte público, que, segundo ele, está sem qualidade, sucateado e caro; a CAB, “que vem se arrastando e a prefeitura sem coragem para enfrentar o problema com responsabilidade”; e a saúde pública. “Tenho trabalhado muito pela saúde de Cuiabá, que merece atenção especial”.

A fim de avaliar mais profundamente o atual cenário da Capital mato-grossense, o PMDB contratou uma pesquisa qualitativa e quantitativa. O levantamento, que deve ficar pronto até o final desta semana, deverá nortear a sigla para as convenções.

Isto porque ela irá indicar quais potenciais candidatos tanto para a disputa majoritária quanto para a proporcional. Além de votos, a pesquisa vai mostrar índices de aceitação e rejeição.

A convenção do PMDB está marcada para o dia 5 de agosto, última data autorizada pela legislação eleitoral, mas ainda não há local definido.

Ainda são pré-candidatos a prefeito de Cuiabá o ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva (PDT), a ex-senadora Serys Slhessarenko (PRB), o empresário Donizete Aguilera, proprietário da Castrillon Autopeças, pelo PTB, o procurador da Fazenda Nacional, Mauro César Lara de Barros, o Procurador Mauro (Psol); e o prefeito Mauro Mendes (PSB), pré-candidato à reeleição.

 

DIÁRIO DE CUIABÁ

Tags
Mostrar +

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close