Politica

Silval sobre gestão Taques ” O que ele faz é gastar o dinheiro que nós deixamos e pregar a placa dele”

Língua afiada

Aos jornalistas, o ex-governador usou como exemplo a questão dos incentivos fiscais e disse ter ficado muito feliz com as várias inaugurações que o governador Pedro Taques tem feito com recursos capitados em sua gestão.

“Dizem que eu abri a mão de R$ 1,2 bilhão de incentivos, de concessão de benefícios de incentivos para as empresas. Agora eles falam que conhecem de números que a própria Fazenda já divulgou que é R$ 3,5 bilhões de incentivos. Então qual é a diferença? Por que eu sou o responsável de tudo? Hoje qualquer coisa eu sou o responsável”, desabafou o ex-governador.

“Fico muito feliz de ter inaugurado a Salgadeira. Nós arrumamos o dinheiro para a Salgadeira. Fico feliz de ver as pontes de todo o Pantanal sendo feita. Qual o dinheiro que ficou para executar? Todas as obras que estão sendo inauguradas no interior, qual o dinheiro que foi investido a não ser a contrapartida do Fethab? É tudo convenio que nós deixamos do Mato Grosso Integrado. Então tem que ver qual a obra importante dentro de Cuiabá que é muito importante, além do novo pronto-socorro? Nada”, disse.

Por fim, Barbosa garantiu ter deixado  cerca de R$ 4 bilhões de convênios assinados e que Taques, nos seus três anos e meio de gestão apenas gastou o recurso e pregou placas.

“É isso que fizemos, executamos tudo e deixamos R$ 4 bilhões de convênio assinado para o governo executar. Assim que foi, o governo que teve a oportunidade de suceder com o caixa cheio. Além de ter recurso em conta, teve vários convênios para serem executados e para pregar placa. O que ele faz é gastar o dinheiro que nós deixamos e pregar a placa dele. Esta é a verdade”, finalizou.

Do Olhar Direto/ Carlos  dorileo

Foto reprodução

Mostrar +

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close