Politica

MP pede intervenção federal em Mato Grosso

Sistema Socioeducativo.

O Ministério Público Estadual (MPE) entrou com pedido de intervenção federal em Mato Grosso para garantir que o Governo do Estado cumpra decisões judiciais referentes à construção de unidades do Sistema Socioeducativo. Uma audiência foi agendada para esta sexta-feira (10).

A desembargadora do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) Clarice Claudino da Silva intermediará a audiência de conciliação, às 14h, na sala de reuniões do Núcleo Permanente de Consensuais e Soluções de Conflitos do TJ.

O procurador Paulo Prado representará o MPE e a Procuradoria-Geral do Estado (PGE), o Governo. Caso não surja acordo na tarde de hoje, o pedido de intervenção federal será apreciado e julgado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília.

O MPE alega alega que o governador do Estado Pedro Taques (PSDB) tem descumprido ordem judicial cujo processo transita em julgado nas comarcas de Cuiabá, Barra do Garças e Cáceres referentes à reforma ou construção de Centros Socioeducativos.

O órgão ministerial tem movido reiteradas ações em prol das unidades socioeducativas, muitas delas frutíferas. No início deste ano, a juíza Gleide Bispo Santos, da 1ª Vara da Infância e Juventude, determinou o bloqueio de R$ 31,5 milhões do Tesouro Estadual para construção de unidades do Sistema Socioeducativo.

A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), insiste, por sua vez, que a decisão judicial leva em conta o cenário de 2011, antes mesmo da elaboração do Plano Decenal do Sistema Socioeducativo (2015-2024), que estabelece a necessidade de instalação de unidades e como se deve dar a construção desse processo.

FONTE: OLHAR DIRETO

Mostrar +

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close