Politica

Fábio Garcia diz que Taques “mente” sobre paternidade do novo PS de Cuiabá

Da redação

Pelo jeito a queda de braço entre  o  deputado federal Fábio Garcia e o governador Pedro Taques e o prefeito  Emanuel Pinheiro , está longe do fim.

Após o governador assinar o termo de compromisso para repassar os  R$ 82 milhões para a prefeitura de Cuiabá  equipar o novo pronto socorro  e o prefeito rasgar elogios ao governador , Fábio voltou a fazer críticas .

Garcia explica que o acordo entre prefeitura e governo, foi de aporte financeiro, onde a prefeitura disponibilizou R$ 30 milhões e o governo do Estado R$ 50 milhões. “Agora dizer que foi ele que decidiu fazer o Pronto Socorro?”, questiona. “Dizer que ele que decidiu fazer? Isso é falta compromisso com a verdade. E porque eu digo que também é uma falta de humildade? Porque ele esquece que existe a palavra ‘nós’. ‘Nós fizemos’, ‘nós viabilizamos’.

Fábia Garcia também lembrou que foi a bancada federal que viabilizou recursos para equipar o novo hospital, quando ainda era coordenador da bancada em 2016. ” Fomos nós [bancada federal] que viabilizamos esse recurso: R$ 156 milhões, sendo R$ 100 milhões depositados na conta do Governo do Estado, com o compromisso de aplicar nessa obra”, pontuou.

Garcia também criticou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), pela demora na licitação para a aquisição dos esquipamentos para o novo Pronto Socorro. “O prefeito Emanuel Pinheiro não fez o seu dever de casa. Não apresentou plano de trabalho, não apresentou, segundo o governo, como irá tocar esse Pronto Socorro. Não apresentou a fatura dos equipamento e nem cobrou o governador dos equipamentos”, disse.

Foto reprodução

Mostrar +

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close