Politica

A campanha jä começou… Valternir faz duras criticas a gestão Mauro Mendes

De acordo com o político, a atual gestão da Capital ainda não trouxe resultados positivos para a sociedade cuiabana, pois o prefeito ainda não teria se decidido se é prefeito, empresário ou garimpeiro.

 

“Não diria que isso é um discurso, é uma constatação. O próprio Mauro Mendes não sabe se ele é prefeito, empresário ou garimpeiro. Acaba não fazendo nem uma coisa, nem outra”, afirmou.

 

O próprio Mauro não sabe se ele é prefeito, empresário ou garimpeiro. Acaba não fazendo nem uma coisa, nem outra

Valtenir disse que, por conta desta “confusão” de identidade de Mendes, quem acaba prejudicado é a população, que, segundo ele, não tem um bom serviço em áreas essenciais, como Saúde e Mobilidade Urbana.

 

“A cidade fica abandonada. Um prefeito é o gerente da cidade. Articulador de ações para solucionar os problemas. Os problemas estão no Município, no dia a dia do cidadão. Precisamos de um prefeito que esteja acompanhando os problemas que a cidade vive”, declarou.

 

“O atual prefeito foi eleito como ‘bam-bam-bam’ da administração. O ‘cara’ da administração. O excelente gestor. Mas vimos que tudo isso é conversa fiada. Não passa de uma bolha. Conseguiu quebrar suas empresas – que hoje devem mais de R$ 100 milhões na praça. E vemos uma Cuiabá totalmente abandonada”, completou.

 

Diante deste cenário, Valtenir afirmou que sua experiência na Câmara Federal pode servir para criar e colocar em prática políticas públicas de resultado.

 

“Quando me coloco como pré-candidato é porque pretendo trabalhar cuidando da cidade. Participando do dia a dia do Município e dialogando com todos os seguimentos da sociedade. Além de buscar parcerias como o Governo Federal”, disse.

 

“Sou deputado federal há três mandatos. Conheço como funciona em Brasília e as articulações que precisam ser feitas para conquistar esses recursos. Os secretários, por exemplo, terão que ter bons projetos na pasta e ir a Brasília buscar recursos e firmar convênios”, afirmou.

 

Valtenir ainda declarou que, ao contrário de Mendes, quer ser prefeito de “corpo e alma”.

 

“Estamos colocando nossa pré-candidatura para a população fazer uma avaliação. Quero ser prefeito de corpo e alma. Acompanhar os passos da cidade e fomentar o desenvolvimento econômico e social”, completou.

 

Áreas deficitárias

 

Na visão de Valtenir Pereira, o atual prefeito da Capital, após quase quatro anos à frente do Palácio Alencastro, não resolveu problemas nas áreas importantes para os cuiabanos.

 

No setor do transporte público, segundo ele, os usuários pagam um preço alto pela passagem, mas utilizam um serviço de péssima qualidade.

 

“Temos usuários que pagam caro por uma passagem de ônibus (R$ 3,60), mas andam em pé e esperam uma barbaridade para ‘pegar’ um ônibus sem ar-condicionado e fedido”, declarou.

 

Marcus Mesquita/MidiaNews

Valtenir Pereira 080716

Valtenir Pereira: “Mauro Mendes é o mais do mesmo”

“Moradores dos bairros Santa Laura e Osmar Cabral, por exemplo, esperam horas pelo ônibus, pois a Prefeitura inaugurou conjuntos habitacionais na região, mas não aumentou o número de linhas e veículos para atender a população”, disse.

 

Outro setor de grande dificuldades e sem boa gestão, conforme o pré-candidato, é o da Saúde. Eler citou o exemplo do hospital de alta complexidade, o São Benedito. Conforme o político, mesmo gastando muito, a Prefeitura da Capital não apresenta bons resultados.

 

“O Hospital São Benedito tem, todos os meses, R$ 3 milhões do Governo Federal para serem investidos no custeio e manutenção da unidade hospitalar. A Prefeitura de Cuiabá gasta R$ 70 milhões, além de outros R$ 700 milhões na área da Saúde”, explicou.

 

“O que precisamos é dar maior resolutividade no Hospital São Benedito, que é importante para a cidade. Temos que abrir os números; abrir essa caixa preta, pois ele precisa dar maior resultado para a população de Cuiabá”, declarou.

 

Quanto ao Pronto-Socorro Municipal em construção, Valtenir voltou a bater na tecla da gestão.

 

“Ele [Mauro Mendes] fez a promessa de que entregaria o Pronto-Socorro na época da Copa do Mundo de 2014. Já estamos perto da próxima Copa e ele não cumpriu a promessa. É uma unidade de saúde importante para a Baixada Cuiabana. Nós, como prefeito, faremos com que o Pronto-Socorro funcione e que os investimentos e custeio deem resultado. O que queremos é um gasto público com responsabilidade. Por isso, é necessário gestão”, declarou.

 

Valtenir, que já esteve ao lado de Mendes nas eleições de 2012, quando estavam no mesmo partido – o PSB -, também criticou o fato de o prefeito ter saído de Cuiabá, quando a Capital completava 296 anos, em abril deste ano.

 

Na visão do pré-candidato, tal atitude demonstra “a falta de compromisso do gestor com a população”.

 

“Em Cuiabá, 60% da população estão sem a cobertura de PSF (Posto de Saúde da Família). Como deputado, consegui para o Mauro Mendes verbas para a construção de três unidades de PSF. Mas elas não saíram do papel, mesmo com o dinheiro estando na conta. Então, onde está a gestão? Onde está a brastemp? O bom gestor, que iria revolucionar Cuiabá?”, questionou.

 

“Este bom gestor não é Mauro Mendes, pois ele teve esta oportunidade, mas não fez nada. Mauro Mendes é o mais do mesmo. Veja: no dia do aniversário de Cuiabá, em abril, ele foi comemorar em São Paulo”, afirmou.

 

Do mídianews

Tags
Mostrar +

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close