Policia

Tiros e pedrada; Delegado atira em joelho de homem que o atacou com estilete e pedradas

Um homem identificado como Luis Antônio de Pinho foi preso no início da noite desta quinta-feira (8) após invadir um terreno no bairro Quilombo em Cuiabá e agredir o proprietário, o delegado da Polícia Civil de Mato Grosso, Francisco Kunze Junior. O suspeito tentou atacar a vítima com um estilete e depois o atingiu com pedradas, ferindo o delegado na cabeça. Em resposta, Kunze efetuou alguns disparos contra Luis Antônio, que foi atingido no joelho.

De acordo com informações do boletim de ocorrências, por volta das 18h de ontem uma equipe da Polícia Militar foi acionada para verificar um tiroteio no bairro Quilombo, em Cuiabá. Ao chegar ao local os militares encontraram o suspeito algemado e bastante ensanguentado.

A vítima relatou que se deparou com o suspeito em um terreno, de sua propriedade, com alguns materiais e pediu que se retirasse de lá. Luis Antônio, armado com um estilete, avançou em direção ao delegado, ameaçando-o.

O delegado foi até seu carro e depois voltou, identificando-se como policial, e ordenando que o homem saísse da propriedade. O suspeito continuou ameaçando a vítima e depois começou a tacar pedras nela.

Kunze então disparou contra o suspeito, que continuou tacando pedras nele até acertá-lo na cabeça. Neste momento Luis Antônio avançou em direção ao delegado e começou a agredi-lo. Duas pessoas apareceram no local e conseguiram conter o suspeito até a chegada da polícia.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou o delegado ao Hospital Santa Rosa, onde permaneceu sob cuidados médicos. Luis Antônio disse que não estava com lesão alguma, no entanto, ao ser levado à Central de Flagrantes, ao verificar que a bermuda dele estava muito ensangüentada, os policiais perceberam que ele havia sido atingido no joelho.

O homem foi levado à policlínica do Verdão, onde passou por atendimento médico e foi verificado que o ferimento foi causado pela arma de fogo. Luis Antônio disse que não sentia dor alguma. O médico afirmou que a bala atingiu apenas a “parte mole do corpo”, não sendo necessária sutura. O suspeito foi então levado novamente à delegacia.

Foto reprodução

Mostrar +

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close