Policia

Prática de preço abusivo; Polícia Civil prende dono de posto em Cuiabá

Um dono de um posto foi preso em flagrante por elevação abusiva do preço de combustível em Cuiabá. O posto Petrox, na Avenida Miguel Sutil, no Bairro Bosque da Saúde, foi um dos cinco estabelecimentos fiscalizados na segunda-feira (28), em trabalho conjunto da Delegacia Especializada do Consumidor e o Procon Estadual.

No posto, a equipe constatou imensa fila de veículos para abastecer, mesmo o preço exposto estando a gasolina a R$ 4.979 (produto esgotado) e o etanol sendo vendido no momento por R$ 3.979.

 

Segundo a Polícia Civil, a análise das notas confirmou a “prática abusiva” no aumento do preço. O posto tinha adquirido etanol no dia 28 de maio por R$ 2,45, vendendo-o a R$ 3,979, operando assim com margem de 62% de lucro.

Após o auto de constatação do Procon Estadual, o proprietário teria alterado o valor para R$ 2,979 e foi conduzido à Delegacia do Consumidor, onde foi lavrado o flagrante

A fiscalização também foi estendida supermercados da Capital, para constatar alta de preços de produtos motivados pela paralisação dos caminhoneiros. Nas três visitas não foram constatadas irregularidades e sim o desabastecimento de diversos produtos nas prateleiras, especialmente, os hortifrutigranjeiros.

 

O proprietário do posto Petrox, C.L.M, foi autuado em delitos contra a economia popular (pena prevista de seis meses a dois anos de cadeia) e por provocar provocar a alta ou baixa de preços de mercadorias (dois a dez anos).

 

“Em razão do segundo delito ter pena superior a dois anos e a somatória dos dois ultrapassar quatro anos, não foi arbitrada fiança. Na data de hoje ele foi encaminhado a apresentação  do Judiciário, em audiência de custódia”, disse o delegado da Decon, Antônio Carlos Araújo..

Do Midia News

Foto reprodução

Mostrar +

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close