• 21 de fevereiro de 2020

Otimista Mauro Mendes acredita que 2020 será bom para o Brasil e MT

Kamila Arruda diário de Cuiabá

O governador Mauro Mendes (DEM) disse ter estabelecido como meta para 2020 a desburocratização do Estado e a melhora dos índices econômicos em relação aos apresentados neste ano.

Em conversa com servidores e jornalistas, ele disse esperar que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) faça sua parte no cenário nacional para que Mato Grosso consiga atingir suas metas.

“Em 2020, acreditamos que será bom para o Brasil. Espero que o presidente Jair Bolsonaro, que lidera este País, possa cada vez mais criar as oportunidades para fazer o Brasil voltar a crescer e com isso ampliar as possibilidades que este Estado tão pujante tem dado ao Brasil”, disse.

“Por tantos e tantos fatores, eu não tenho dúvida de que 2020 será um ano melhor que 2019. Mas o principal desafio será o da simplificação. Vamos concentrar, em 2020, grande parte da nossa energia na simplificação, em rever procedimentos, normativas internas. Precisamos tirar esse peso da burocracia, que tanto nos atrasa e tanto custo ao bolso do contribuinte”, acrescentou.

Estou convencido de que, se nos lançarmos nesse desafio com a mesma intensidade, mesma crença, de que vão trazer bons resultados para todos, vamos finalizar 2020 tendo muito o que comemorar neste Estado

As declarações ocorreram após o anúncio da data do pagamento do décimo terceiro salário dos servidores públicos e o fim do escalonamento salarial. Segundo ele, ambas metas atingidas após uma série de medidas adotadas ao longo de 2019.

Para o democrata, com a experiência de um ano de mandato no Paiaguás, ele e sua equipe estarão mais capacitadas para melhorar os resultados, se comparados a este ano.

“Estou convencido de que, se nos lançarmos nesse desafio com a mesma intensidade, mesma crença, de que vão trazer bons resultados para todos, vamos finalizar 2020 tendo muito o que comemorar neste Estado”, afirmou.

“Melhoramos todos os nossos repasses constitucionais. A cadeia de suprimentos com os fornecedores, estamos melhorando e daqui a poucos meses esperamos bater no peito e dizer que não teremos na nossa administração nenhum fornecedor sendo pago com mais de 30 dias. Em breve, teremos oportunidade de dizer isso”, completou.

INFRAESTRUTURA – O Governo de Mato Grosso fechou o primeiro ano de gestão com a retomada de mais de 150 obras e serviços de infraestrutura em todo o Estado. De acordo com o levantamento da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), são obras de recuperação e asfaltamento de rodovias, construção de pontes, manutenção de estradas, habitação, saneamento, entre outras.

A retomada da maioria dessas obras só foi possível com a aprovação do novo Fethab (Fundo Estadual de Transporte e Habitação), pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em janeiro de 2019.

“A Assembleia foi muito importante para esse equilíbrio financeiro e parceira nas principais ações que propusemos para consertar o nosso Estado. E o Novo Fethab foi uma das medidas que adotamos e que já começou a demonstrar resultados”, destacou o governador Mauro Mendes.

De acordo com Mendes, com o recurso do Fethab foi possível desenvolver ações para melhorar a infraestrutura para a população em todas as regiões de Mato Grosso.

Ele citou como exemplo a retomada e a conclusão de diversas obras no Estado, como 22 pontes; o Anel Viário de Rondonópolis; a MT-020, entre Chapada dos Guimarães e o Distrito de Água Fria; o asfaltamento da MT-110, entre Guiratinga e Tesouro; a recuperação da MT-270, entre Rondonópolis e Guiratinga; asfaltamento de 25 quilômetros da MT-110, em Novo São Joaquim; e a duplicação da MT-010, entre outras obras.

A Lei n° 10.818/2019, que definiu as regras para o novo Fethab, prevê um aumento gradual da destinação dos investimentos no setor de infraestrutura, saltando de 40%, em 2019, para 60%, em 2023. Ou seja, o recurso arrecadado pelo Estado, via Fethab, pela primeira vez, teve 40% do valor destinado diretamente para as obras de infraestrutura, em uma conta especial.

“A Infraestrutura, comandada pelo secretário Marcelo de Oliveira e pelo vice-governador Otaviano Pivetta, teve um grande investimento em 2019 e a tendência é aumentar em 2020. Temos boas perspectivas e um planejamento já traçado”, revelou o governador.

Rufando Bombo

Matéria anterior

Bolsonaro é irresponsável cercado por equipe de idiotas, diz Ciro Gomes

Próxima matéria

Jantar solidário;1ª dama oferece almoço de réveillon

Faça um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *