• 13 de novembro de 2019

“Operação Quadro Negro” leva pra cadeia ; Valdir Piran, Ex-Deputado Dentinho e mais 3 veja a lista

A Delegacia Fazendária confirmou cinco alvos da “Operação Quadro Negro”, deflagrada nesta terça-feira para combater o desvio de recursos no extinto Cepromat (Centro de Processamento de Dados de Mato Grosso, atual MTI). Até o momento, o único alvo conhecido era o empresário Valdir Piran.

Além dele, foram presos o ex-deputado Wilson Celso Teixeira, o Dentinho, que era presidente do órgão na época do contrato investigado; Djalma Soares, também ex-presidente do Cepromat; Francisvaldo Pereira Assunção, ex-secretário-adjunto de Educação, preso neste ano na Operação Fake Delivery; e Weydson Soares Fonteles, que aparece como empresário na cidade de Luziânia (GO). Ainda resta um alvo a ser identificado.

Além dos seis mandados de prisão, são cumpridos outros sete de busca e apreensão domiciliar. A ação ocorre em Cuiabá (MT), Brasília (DF) e Luziânia-GO.

Além dos mandados, foi decretado o sequestro de mais de R$ 10 milhões, em valores, imóveis e veículos de luxo. A operação é coordenada pelos delegados Anderson Veiga, Luiz Henrique Damasceno e Bruno Lima Barcellos.

A Operação Quadro Negro, remete ao quadro e giz que ainda funcionam nas escolas, já que as lousas digitais eram falsas, bem como à situação (quadro) estrutural crítica que a educação básica se encontra em razão dos prejuízos causados pelos desvios.

FONTE FOLHAMAX

Rufando Bombo

Matéria anterior

“Topo rever o ICMS da energia se os deputados também rever o repasse do duodécimo da Al ” Mauro Mendes

Próxima matéria

Tô fora; Marcia Pinheiro descarta assumir Secretaria da Mulher

Faça um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *