• 20 de fevereiro de 2020

Investimentos na saúde: Estado cria 24 novos leitos em hospital Regional de Rondonópolis

Após participar do ato solene da entrega da obra de restauração do Anel Viário no município de Rondonópolis (a 217 km de Cuiabá), nesta sexta-feira (07.02), o governador do Estado de Mato Grosso, Mauro Mendes, acompanhado do secretário de estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, e demais gestores do poder Executivo visitaram as obras de readequação predial no Hospital Regional de Rondonópolis (HRR). 

“Nós estamos aqui no Hospital Regional de Rondonópolis dando uma olhada no andamento desta importante obra que está sendo realizada nesta unidade de referência, que atende aos pacientes do Sistema Único de Saúde no sul do Estado. Essa obra faz parte do nosso grande programa de requalificação, ampliação, modernização e melhoria dos nossos hospitais, que vem sendo liderado pelo nosso secretário Gilberto Figueiredo e toda equipe da Saúde para melhorar os serviços públicos de saúde com qualidade à população”, disse o governador Mauro Mendes. 

Para a execução da obra de reestruturação predial na unidade, o Governo do Estado já investiu cerca de R$ 800 mil. Estão sendo recuperadas as estruturas da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), dos ambulatórios e do Pronto Atendimento. 

Segundo o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, essa importante obra vai proporcionar o aumento de 18% no número de leitos ofertados, no hospital, para atender aos pacientes da região sul de Mato Grosso. “Depois que entregarmos essa infraestrutura, que está em fase de ampliação, o hospital passará de 127 leitos para 151. Ao longo do ano vamos avançado nas demais áreas para recuperar outros setores da unidade”. 

O gestor da saúde ressaltou ainda que a intenção é entregar essa obra o mais rápido possível e que toda a equipe trabalha intensamente para finalizar os trabalhos de equipagem da unidade no segundo trimestre do ano. 

“Nossa intenção é entregar essa obra pronta até o mês de abril, já equipada para entrar em funcionamento e atender aos pacientes que precisam de atendimento do Serviço Único de Saúde aqui no Hospital Regional de Rondonópolis”, explicou Gilberto Figueiredo. 

FOTO SECOM MT / COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA

Rufando Bombo

Matéria anterior

Estado minimo: Pivetta é contra estabilidade de servidores e defende que o Estado privatize serviços de atendimento, inclusive da Saúde Pública.

Próxima matéria

Carretas batem de frente e pegam fogo, veja o momento em que motorista sai da cabine

Faça um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *