• 8 de abril de 2020

Homem vai com camiseta de Ustra em convenção e gera revolta

Um participante causou polêmica nesta quarta-feira (12), durante a convenção que lançou a Coronel Rúbia Fernanda dos Santos (Patriota), a “candidata de Bolsonaro”, na disputa ao Senado. Isso porque, durante o evento, um rapaz vestia a camiseta ilustrada com a frase “Ustra Vive” e imagem do ex-coronel do Exército Brasileiro, Carlos Alberto Brilhante Ustra.

Ocorre que, Ustra ficou conhecido pela sua por diversos crimes de tortura durante a Ditadura no Brasil, e claro, já chegou a ser glorificado como “herói nacional” pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem partido).

Com a divulgação da imagem da camiseta, o secretário-geral do Sindicato dos Profissionais da Área Instrumental do Governo (Sinpaig), Antônio Wagner Nicácio de Oliveira, publicou nota criticando duramente o simpatizante e ainda e questionou como um “partido que prega a ‘defesa da família’ e respeito a Deus, socializar com quem defende um criminoso condenado pela justiça por crimes tão horrendos”.

Íntegra da nota de Antônio Wagner:

NOTA DE REPÚDIO A CONIVÊNCIA DO PARTIDO PATRIOTAS COM DEFENSORES DE ASSASSINOS E TORTURADORES

Hoje na convenção do Partido Patriotas, presidindo pelo Ex Deputado Federal Victorio Galli (condenado em 100 mil reais por homofobia), um participante da convenção vestia uma camiseta ILUSTRADA com uma foto do Ex Coronel da PM, Brilhante Ustra condenado em 2008 por crimes durante a ditadura, sem ter sido repreendido por qualquer correligionário ali presente ao evento.

Para quem não sabe, Brilhante Ustra foi um assassino, sequestrador e torturador da Ditadura militar. Assassinou dezenas de inocentes, sequestrou pais e mães de família que, sem qualquer julgamento eram jogados nos porões do DOI-CODI, onde COMANDOU E PRATICOU CENTENAS DE SEÇÕES DE TORTURA de irmãos Brasileiros, fossem homens ou mulheres.

Há relatos de mulheres que dão conta de torturas praticadas na frente de seus filhos ainda crianças e, até com introdução de ratos e outros objetos nas vaginas dessas pobres brasileiras. 

É um horror ver uma sociedade que aceita conviver com esse tipo de gente. É pior ainda, ver um partido que prega “defesa da família” e respeito a Deus, socializar com quem defende um criminoso CONDENADO pela justiça por crimes tão horrendos, como torturar, estuprar e matar seus semelhantes.

Nunca é demais lembrar que Jesus Cristo foi torturado, humilhado e morreu na cruz por homens de seu tempo, como o Ustra, de nosso tempo.

É uma vergonha a política aceitar esse tipo de postura de um correligionário, sem o expulsar imediatamente do evento e do partido. 

Quem promove um torturador e assassino não pode conviver em sociedade! Partido que aceita esse tipo de gente, merece nosso total REPÚDIO e NUNCA nosso VOTO!

Antônio Wagner Oliveira é Presidente em exercício da CSB MT e Secretário Geral do SINPAIG MT

Rufando Bombo

Matéria anterior

Candidatura de Tenente- Coronel é homologada em convenção do Patriota, veja o vídeo

Próxima matéria

Audiência pública na Câmara discutiu mudanças na Lei do Silêncio

Faça um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *