• 10 de dezembro de 2019

Gestão em Cheque;Cuiabá é a terceira pior capital brasileira em gestão fiscal diz Pesquisa

Thalyta Amaral / A GAZETA

Cuiabá é a terceira pior capital brasileira em gestão fiscal, segundo o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF). O levantamento, que analisa as contas públicas municipais, coloca Cuiabá atrás apenas de São Luís (MA) e Rio de Janeiro.

Na avaliação do índice, o principal problema da prefeitura de Cuiabá em 2018 foi a liquidez, ou seja, a quantidade de dívidas acumuladas para o ano seguinte e os recursos em caixa para quitar esses débitos. Nesse item, a prefeitura de Cuiabá teve nota zero.

Já a melhor nota foi em autonomia, que mede a arrecadação da Prefeitura em relação aos custos de se manter o Executivo municipal e a Câmara de Vereadores. No Brasil, segundo o IFGF, 1.856 prefeituras não se sustentam.

No quesito autonomia, Cuiabá recebeu a nota 1, ficando em primeiro, junto com outras 20 capitais, que se saíram bem nesse item.

Se fossem comparadas apenas as notas de investimento, Cuiabá é a quarta melhor do país, atrás apenas de Boa Vista (RR), Manais (AM) e Palmas (TO). Com nota 0,5702, a situação financeira nesse item é considerada excelente.

Se na comparação entre as capitais a nota de Cuiabá preocupa, ao ser comparada com os outros municípios de Mato Grosso, a situação é ainda pior. Das 141 prefeituras, Cuiabá tem a 101º pior nota.

FOTO SECOM

Rufando Bombo

Matéria anterior

Motivo banal; Polícia prende suspeito de matar jovem com um tiro na cabeça

Próxima matéria

Fim da prisão em segunda instância “Na minha opinião, mudaram a lei porque não conseguem absorver o Lula” dispara Nelson Barbudo

Faça um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *