• 14 de outubro de 2019

Doleiro cita “cacique” em depoimento na CPI da Sonegação

Em depoimento a CPI dos Incentivos Fiscais da Assembleia Legislativa na última quinta-feira, o delator da “Operação Lava Jato”, Lúcio Funaro, comprometeu o deputado federal Carlos Bezerra, presidente estadual do MDB. Segundo o doleiro, em 2016, o então candidato a presidência da Câmara Federal, Eduardo Cunha (MDB), lhe repassou R$ 30 milhões para compra de votos de parlamentares por todo país na eleição interna.

Um dos que teriam entrado na grana seria justamente Bezerra. Eduardo Cunha segue preso e já foi condenado a cerca de 15 anos por corrupção.

FONTE FOLHAMAX

Rufando Bombo

Matéria anterior

Nada a Temer…Blairo pede para CPI não fechar depoimento de diretor de empresa

Próxima matéria

Setembro amarelo : Suicídio e automutilação são temas de palestra promovida pela Unimed Cuiabá

Faça um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *