Cotidiano

Prefeitura lançou wi-fi- grátis na Orla Porto Cuiabá

prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) lançou nesta quarta-feira (22) o programa “Conecta Cuiabá”, que vai levar internet wi-fi gratuita para os principais pontos da cidade.

 

O serviço já está disponível na Orla do Porto. Mas conforme testado pela reportagem, o sinal não funciona 100% em determinados pontos.

 

A previsão é que até o dia 8 de abril, data que é comemorada o aniversário de 300 anos da Capital, o wi-fi seja estendido para os Parques Tia Nair e das Águas.

 

O objetivo, segundo o prefeito, é que até o fim da gestão o programa esteja funcionando também nos Parques Mãe Bonifácia, Zé Bolo-Flor, Massairo Okamura, além de, pontos de ônibus e escolas.

 

Estamos preparando Cuiabá, que é uma cidade rica em tradição, para os novos tempos. Esse projeto é só o começo de um passo gigantesco que vamos dar para a criação de uma Cuiabá moderna, sustentável e digital

“Estamos preparando Cuiabá, que é uma cidade rica em tradição, para os novos tempos. Esse projeto é só o começo de um passo gigantesco que vamos dar para a criação de uma Cuiabá moderna, sustentável e digital”, disse Emanuel.

 

Para conectar à internet na Orla do Porto, é necessário que o cidadão se cadastre através do Facebook ou de uma conta no Google.

 

A internet é ilimitada, mas o sinal só pega com mais velocidade próximo ao Aquário Municipal.

 

Na área indo para a Avenida Miguel Sutil, o sinal não tem boa qualidade.

 

O prefeito argumentou que o projeto ainda está em fase de teste e que até o Carnaval, quando é esperado milhares de foliões na Orla, estará funcionando adequadamente.

 

“Quando discutimos a implantação do wi-fi eu exigi que houvesse qualidade. Se não tivesse qualidade, eu nem ia lançar esse projeto. Estamos em testes ainda e vamos ajustar tudo isso. Tenho certeza que vai bombar”, afirmou.

 

Custo

 

De acordo com Emanuel, o custo para instalação da internet na Orla do Porto e nos Parques Tia Nair e das Águas gira em torno de R$ 50 mil. O gasto prevê manutenção uma vez ao ano.

 

“É um custo mínimo pelo benefício que causa à população. A capacidade é na medida em que abrimos para as localidades, de grande concentração popular. Então como estamos em período de testes, estou com expectativa muito

Mostrar +

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close