Brasil

João Doria é eleito no primeiro turno em SP com 53,4% dos votos

R7

O candidato do PSDB, Joao Doria, recebeu 53,4% dos votos neste domingo (2) e ganhou as eleições municipais em São Paulo. Desde 1997, quando foi instituído o segundo turno na capital, esta é a primeira vez que os paulistanos escolhem seu representante em uma única etapa. Em segundo lugar ficou o candidato à reeleição Fernando Haddad (PT), com 16,67% dos votos. Os números correspondem a 95,23% das urnas apuradas.

Celso Russomanno (PRB) ficou em terceiro, com 13,58%, e Marta Suplicy em quarto, com 10,1%. Luiza Erundina (PSOL) ficou com 3,16% da preferência do eleitorado paulistano. A soma dos votos dos demais candidatos deu 3,05% e o índice de abstenção foi de 21,9%.

Perfil

Empresário, publicitário e apresentador, Doria ficou conhecido pelo público como uma celebridade. Como é filho de deputado, foi com a família para a França quando criança porque seu pai foi perseguido pela ditadura militar. É casado e tem três filhos.

Na década de 1980, por indicação do então governador de São Paulo Franco Montoro, Doria foi Secretário Municipal de Turismo e Presidente da Paulistur, na gestão de Mário Covas como prefeito da capital. Ainda na década de 1980, foi presidente da Embratur e do Conselho Nacional de Turismo.

Enriqueceu após a fundação do Grupo Doria, conglomerado de comunicação e marketing cuja principal empresa é o Lide (Grupo de Líderes Empresariais), por meio da qual o tucano promove o contato entre importantes empresários e os aproxima do universo político.

Doria se tornou candidato após disputar as prévias do PSDB com Andrea Matarazzo, provocando um racha no partido. Conforme foi ganhando força na campanha, figurões tucanos como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o senador Aécio Neves passaram a apoiá-lo publicamente.

As principais promessas de campanha do tucano, que se apresentou ao eleitor como “administrador”, em oposição à figura do “político”, foram o retorno imediato aos antigos limites de velocidade nas principais vias de São Paulo — reduzidos pelo atual prefeito Fernando Haddad; parcerias com a inciativa privada para admnistração de equipamentos públicos, como o estádio do Pacaembu e o autódromo de Interlagos; e o fim das filas de espera para realização de exames clínicos.

Mostrar +

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close