Artigos

UM CONVITE A OLHAR ALÉM DE UM SIMPLES OLHAR

Por MAX CAMPOS

Como você enxerga quem caminha e compartilha momentos com você? É possível ler seus pensamentos? Ver de alguma maneira além do nosso pré-julgamento? Olhar além do horizonte, com o coração ou a alma ou como muitos dizem “olhar fora da caixa”?
Estamos a exatos 78 dias do pleito eleitoral que definirá nossos representantes políticos tanto na assembleia legislativa estadual, na câmara Federal, no senado sendo dois escolhidos, um Governador e um Presidente da República e por consequência o nosso futuro, o de nossos filhos e netos.
Desse modo como não fazermos valer nosso direito de exercer nossa cidadania? De delegar a terceiros o voto? Permitir que cenas como improbidade, enriquecimento ilícito, corrupção se torne novamente manchetes de jornais quando tocar no nome de nosso Estado. Penso que o que tinha de errar já erramos, muitos foram presos, outros ainda o serão e isso cabe à justiça fazê-lo.
Hoje com a internet e um smartphone em mãos num clique você em qualquer lugar do planeta saberá através de um aplicativo ou uma simples busca no Google se o pretenso candidato escolhido responde à algum processo ilícito cometido durante seu mandato, as informações voam numa velocidade incrível, os órgãos fiscalizadores estão mais atentos, houve avanços porém obviamente pode-se melhorar sempre pois existem verdadeiras organizações de FAKENEWS (notícias falsas) no intuito de ludibriar o menos desavisado e os tribunais estão de olho nisso. E é sobre isso que desejo hoje falar.
Hoje tive a oportunidade de conhecer a pessoa PEDRO TAQUES, atual governador de nosso estado e quando eu disse a pessoa foi na concepção correta da palavra pois já nos conhecíamos enquanto ainda era estudante de direito e ele procurador da república e professor.
E não me enganei quanto a pessoa, para quem me conhece sabe que não tenho papas na língua e fui muito bem recebido e discutimos não apenas a Defesa Agropecuária contexto do serviço público do qual faço parte há mais de 15 anos, mas ouvir, ver e entender como estava, está e estará nosso Estado na visão de um político que surpreendente vi que amadureceu e não é pela idade mas sim por enxergar que FAZER POLÍTICA É FAZER BEM AOS OUTROS e esses outros são os três milhões de mato-grossenses.
Ouvi atentamente não como Servidor Público mas como CIDADÃO que deseja ter melhorias afinal somos contribuintes deste Estado e esperamos bons resultados e absolutamente nada substitui os “olhos nos olhos” e não mais do “ouvi dizer” e “boataria”.
Água que se tira da “moringa” e não se repõe a tendência é secar e nosso Mato Grosso está saindo da UTI que se encontrava por conta da corrupção desenfreada que locupletaram bilhões dos cofres públicos que seriam destinados a população deste Estado.
Lógico que honestidade é fundamental mas “saber” administrar é mais que essencial.
Saber administrar é ir além de conhecer a máquina pública é saber dialogar também.
Saber administrar é valorizar os funcionários públicos, o empresariado, atrair indústrias, desburocratizar serviços, ouvir a classe dos produtores rurais, investir em ações sociais, geração de emprego e renda, e ainda investir na educação,segurança,saúde e imaginar a gama de setores que reclamam atenção.
Escrevo com a exclusiva finalidade de trazer você leitor a fazer a SUA PRÓPRIA REFLEXÃO, ninguém melhor que você mesmo, com sua bagagem de vida, no seu dia a dia, no que sente, em que trabalha, com o que se preocupa para fazer uma ESCOLHA que irá definir o futuro de uma coletividade que inclui você, quem você ama e a todos nós.
Nesse ano de escolhas teremos as seguintes opções:
A questão de escolher CAMINHOS e ATALHOS

É por onde se escolhe andar.
Quando era criança, meus pais sempre diziam:
“Caminhos meu filho existem vários. Escolha aquele da *HONESTIDADE *.

ESSE NÃO ATOLA!

MAX CAMPOS É SERVIDOR PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO.

Mostrar +

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Close
Close